quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O Escritor







"O homem que lê vive muitas vidas.
O homem que não lê vive uma só." 
                   (GEORGE MARTIN,
                     escritor / Estados Unidos)



O homem que escreve 
renasce todos os dias.
Não vive só
mesmo na mais completa solidão.
E não morre
se deixar de respirar.
Suas palavras lidas 
e pronunciadas a qualquer tempo
pulsam de novo o seu sangue 
e animam o seu terreno coração.  



Juareiz Correya 
(Recife, 22/08/2012)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário