quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Os Inimigos da Democracia




                         
               Dedicado ao Partido da Imprensa Golpista 
               e à Oposição Política ao Povo. 




Os Inimigos da Democracia  
Não amam o Povo. 
Se armam contra o Povo 
E marcham nas ruas sobre  o Povo. 
Não sabem o que é a vontade popular  
Desrespeitam e vetam o Voto da maioria  
E querem fazer valer à força 
A vontade cega de uma minoria vencida.   


Os Inimigos da Democracia  
Negam  as Leis os Direitos a Constituição  
E a Paz Humana da Nação.   
Querem o fim da instituição do Governo 
E a ascensão do Desgoverno  
Que assalta sequestra viola e mata 
À luz do dia e a qualquer hora 
Tudo o que o Povo constrói 
Com o sagrado sonho nas mãos e no coração.    


Os Inimigos da Democracia 
Rasgam a Bandeira da Pátria  
Com a Ira da Desordem 
E o Desejo do Regresso 
Ao tempo de terror de golpes 
De ditaduras tirânicas  
Contra o Povo sem o Povo 
E para que o Povo não exista mais.   



JUAREIZ CORREYA 

(Recife, fevereiro de 2015)