domingo, 24 de março de 2013

NOVOS POEMAS DO SÉCULO 21 : "CANTO O QUE TE CONTO"





Para que Prosa 
se eu tenho Poesia ?
Para que Análise 
se me interessa a Síntese ?
Mas em alguns momentos
preciso de outros ritmos 
a música indistinta 
de uma conversa 
um relato 
uma confissão 
uma frase solta apenas 
que não me revele em cena 
que te retrate talvez...
Todo verso tem uma história 
mas nem toda história 
se condensa em um verso. 
Por isso canto em verso
a história que prosa é. 



JUAREIZ CORREYA
(Recife, março 2013)

sexta-feira, 8 de março de 2013

TEU NOME, GIOVANNA


Teu nome é mais

Do que uma juventude de meio século

E agrada a minha boca como o teu sexo 

Quando te pronuncio

O sangue se aquece 

E inunda melhor o meu coração

Escrevo desenho revelo a tua identidade 

Com a emoção de quem descobre

Uma palavra mágica 

E nunca dita antes 

Imemorial e eterna 

Teu nome não é só o teu nome 

Nascido com a tua vida 

Existe além da sua fêmea tradução

Carne da minha carne

Corpo do meu corpo

Mulher amorosa dentro de mim

Animando a minha alma. 

 

Juareiz Correya

(Recife, 2013)