domingo, 21 de novembro de 2010

BRASÍLIA VALE OURO

"presença da palavra como terra da terra como palavra / duas linhas para além do planalto / cruz de asas infinitas sonhando homens e séculos."
(Juareiz Correya)






(do livro BRASÍLIA VALE OURO
- Uma homenagem a capital do país -
50 anos / Frases que valem ouro -
Organização de Ronaldo Nóbrega Medeiros
- Brasília, Distrito Federal,2010)

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

PEQUENAS HISTÓRIAS DE ATLÂNTICA

Preparo o meu primeiro livro de contos - PEQUENAS HISTÓRIAS DE ATLÂNTICA - para publicação virtual em 2011. Um conjunto de 21 pequenas histórias inéditas que escrevo há alguns anos, na sequência da organização de outro livro de contos - A BIOGRAFIA DE DEUS - também inédito, organizado desde a década de 1980.
Fazem parte do livro PEQUENAS HISTÓRIAS DE ATLÂNTICA estes contos : "A geração do sangue", "Praça da Luz, 1710", "A Sorte existe", "O salto de Ranulfo", "Jornal falado de Givanilton Mendes", "A aposentadoria do escritor", "O nascimento do Homem", "Sem saber amar", "Passageiro de primeira viagem", "Joelina", "A mais bela", "A tia", "Zeca Alho", "O puto", "Motes & Mortes", "Um policial de verdade", "O Estado é terrorista","Filha e mãe de Hermilo", "A via-crúcis de Paulo Bruscky", "Joana de Olinda","A independência de Dois Portos".

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Meus poemas e um conto em antologias de Pernambuco

Próximo sábado, dia 30, às 16 horas, na FLIPORTO (Parque do Carmo, Olinda, PE), lançamento das antologias PERNAMBUCO, TERRA DA POESIA (organização de Antonio Campos e Cláudia Cordeiro), PANORÂMICA DO CONTO EM PERNAMBUCO (organização de Antonio Campos e Cyl Gallindo) e CRONISTAS DE PERNAMBUCO (organização de Antonio Campos e Luiz Carlos Monteiro). As duas primeiras antologias estão sendo lançadas,em segunda edição, pelo IMC-Instituto Maximiano Campos e Carpe Diem Edições e Produções, do Recife, e a antologia de crônicas é inédita.

Participo da antologia PERNAMBUCO, TERRA DA POESIA com os poemas "Passagem na ponte" (in POESIA VIVA DO RECIFE, 1996) e "Canção para Victor Jara" (in AMÉRICA INDIGNADA, 1986). E da antologia PANORÂMICA DO CONTO EM PERNAMBUCO participo com o conto "O dia em que a cidade endoidou", do meu livro inédito A BIOGRAFIA DE DEUS. (Juareiz Correya)

terça-feira, 9 de novembro de 2010

MEU TWITTER : MAIS DE 2.000 POSTAGENS

Meu Twitter (http://twitter.com/juareizcorreya), que é hoje também um jornal diário (http://paper.li/juareizcorreya) registra um bom número nesta rede social : mais de 2.000 postagens, com destaque para literatura (sobretudo poesia), jornalismo, educação e política brasileira. Sigo mais de 300 twitters com os quais me identifico e sou seguido por 157 twitteiros.

Sim : tentei a cara nova do Twitter. Voltei, em pouco tempo, para a sua versão original. Sem confusão e contrariedade, leio apenas o que me interessa : as postagens dos twitteiros que sigo.

domingo, 7 de novembro de 2010

NOTURNO DAS CIDADES GRANDES

As cidades grandes não dormem
Sonham de olhos abertos
No desassossego dos hospitais
Na prontidão dos garis das prefeituras
Garimpando o lixo interminável de todos
Nos ônibus e táxis dos notívagos
E dos empregos de exércitos de zumbis
Fazendo da meia-noite o seu meio-dia
Nas mesas postas dos restaurantes e bares
Abertos 24 horas como quem morre se parar
Nos meretrícios oficiais e nos puteiros clandestinos
Na vigília dos ladrões e dos filhos dos trapos humanos
Infernizando as praças drogando seus futuros
E na alegria infinita dos encontros dos amantes
- Arte do destino para que a vida sempre amanheça



(Recife, 21/outubro/2010)