sábado, 11 de setembro de 2010

TODOS OS SETEMBROS

Setembro não é negro
E não tem apenas
O norte-americano dia 11
Para ser lembrado no Mundo.


Setembro é o mês
Da Carta da Terra
Que os povos irmanados
Escreveram e proclamaram
Para a Paz permanente
De todos os corações.


Setembro é mais colorido
Do que uma transmissão televisiva
As tintas importadas
Os times de futebol
As infinitas combinações computadorizadas
Os olhos as peles
As flores dos cus e das bucetas
De todas as mulheres.


Setembro explode
E não é uma bomba
Um míssil
Um ataque suicida
Um terrorista na multidão.


Setembro explode a sua festa
Como um céu inaugural
De supernovas estrelas
E sóis flamejando
Auroras e primaveras
Amores e vidas.

Um comentário: