quarta-feira, 22 de setembro de 2010

SEM NATUREZA

Ventos e chuvas de agosto em setembro
Adiam a anunciada primavera ?
Não há união entre o céu e a terra
E tudo se perde como corpos humanos
Que não se amam
(Apenas se possuem e se destroçam)
E se desencontram juntos
Com energias estéreis
E êxtases infecundos.



(Recife, setembro, 2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário