sexta-feira, 16 de novembro de 2012

MEU PRIMEIRO LIVRO PUBLICADO : ´sem título (sem capa), anti-discursivo, hermético, experimental







       "Não incluí, nesta reunião, os 40 poemas do meu primeiro livro de poesia, sem título, publicado em São Paulo no ano de 1971 (...)  O meu livro de estréia está ausente porque o considero, hoje, pelo seu hermetismo experimental, bastante distanciado do que acredito ser a poesia que escrevo... (transcrito da apresentação do meu livro AMERICANTO AMAR AMÉRICA E OUTROS POEMAS DO SÉCULO 20, Panamerica Nordestal, Recife,. PE, 2010)

     São exatos 39  anos de distância, do primeiro para o livro mais recente citado (não o último!) e que registra, por coincidência, 40 anos da minha poesia publicada.  Distância mais claramente distinta não pode existir na vida de um autor : o meu nome (juarez b. correia) em letras pretas, minúsculas, impresso sobre um branco omo total na capa; o AMERICANTO tem capa com desenhos, nome e título em branco vazado sobre um belo vermelho-vinho com leve e quase imperceptível mancha azul, criada por João Guarani, meu segundo filho. 

     Meu primeiro livro foi composto em linotipo e impresso nas oficinas gráficas da Editora Cupolo (Rua Lopes de Oliveira, 303-315, Centro, São Paulo, SP), volume de 66 páginas, formato tradicional, contendo 40 poemas (dos quais 9 são refeitos/restruturados como se fossem outros textos...)  O primeiro poema do livro tem este título  - Dos Objetos Reunidos na Sala  :

imersos ana luz
Cobrindo seus contornos 
Instauram sua mudez
Cotidiana 

Nos rostos quietos 
O silencio gera 
Todas as coisas 
possiveis   


     E este é o título do poema que encerra o volume -  Vermelho Composição :

muralha movel 
magica 

(a muralha) musculos 
atravessados 
como face 


.......................................................................................




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário